Imagem capa - O Segredo para Acalmar o Choro do Bebê por Claudia Milani

O Segredo para Acalmar o Choro do Bebê

A maioria dos bebês chora, muitas vezes sem motivo aparente. Estou falando não apenas dos recém-nascidos, mas dos bebês um pouco maiores também.

Se o bebê chorar e você não souber o que fazer, primeiro, mantenha a calma. Não se preocupe muito se você não souber o motivo no primeiro momento. Primeiro tente identificar as possíveis causas do choro: fome, dor, sono, se precisa trocar a fralda ou se tem algum desconforto (térmico, por exemplo). Se não for nenhum destes ele pode estar chorando porque não consegue se acalmar sozinho. Isso faz parte do processo de amadurecimento do sistema nervoso do bebê.

Felizmente existem técnicas que ajudam a acalmar o bebê na hora do choro. Assim, podemos ajudá-lo a se sentir mais confortável.

Querem saber o nosso segredo para acalmar os bebês? Uma das técnicas que utilizamos nos ensaios newborn se chama 5S! Sim o 5S dos recém-nascidos (quem vem do mundo corporativo sabe que existe também o método 5S nas empresas, mas não confunda, uma coisa não tem nada a ver com a outra!).

A 5S foi criada pelo pediatra especialista em desenvolvimento infantil, Harvey Karp e consiste nestas 5 etapas. Se chama 5S porque em inglês as cinco etapas são com palavras que iniciam com a letra S, que consistem:


1. Swaddle (casulo) – Nada mais é do que enrolar o bebê numa manta. Isso reproduz a sensação intrauterina.  Nos primeiros meses o bebê não tem controle motor de seus braços e pernas, e a movimentação involuntária dos membros pode irritá-lo. Muitos bebês se agitam um pouco quando são enrolados, mas prosseguindo com os demais passos, a tendência é que ele logo se acalme.


2. Side position (posição de lado) – colocar o bebê de lado ou de barriga para baixo. Segundo o criador da técnica, alguns bebês não gostam de ficar de barriga para cima quando acordados, pois isso ativa o reflexo de reação à queda (eles ficam inseguros).


3. Shush (fazer shhhh – shhhh) – Chamado de shushing or white noise. Fazer esse barulhinho no ouvido do bebê. Isso também remete ao período intrauterino, em que o bebê ouve todos os ruídos do interior do corpo da mãe (pulsação, estômago, intestino, etc.). Os chamados ruídos brancos também funcionam para acalmar o bebê pelo mesmo motivo.


4. Swing (balanço) – Balançar o bebê. Isso não irá deixá-lo mau acostumado ou com manias para dormir. Use quando for necessário para acalmá-lo. Obviamente, sempre com cuidado mantendo a segurança do bebê.


5. Suck (sucção) – Chupar é um comportamento instintivo dos recém-nascidos. É um reflexo. Para acalmá-lo você pode oferecer a chupeta ou o seio materno. Segundo o Dr. Karp, nem sempre será necessário que você chegue ao quinto passo. Há situações em que o bebê se acalma logo no segundo ou no terceiro.

Eu sei que o passo número 5 é bem polêmico, mas hoje não entrarei em discussões sobre isso. Apenas estou ensinando a técnica. Em algum outro post, posso comentar sobre o uso da chupeta.

Você já deve ter me ouvido falar que cada bebê é único. Algumas destas técnicas podem ser mais ou menos eficazes do que as outras, tudo depende de cada bebê. Faça o teste para ver o que ajudará a confortar o seu bebê, você saberá o que fazer.  Lembre-se de acima de tudo você tem que manter a calma para não passar a sua ansiedade para ele, ok?  

Enfim, pela minha experiência pessoal,  e pelo relato de muitas mães que após usarem a técnica, conseguiram aumentar o tempo de sono do bebê, tanto de dia quanto à noite, eu só posso dizer que ela funciona muito bem. A capacidade de se autoconfortar ajuda o bebê a se acalmar e dormir mais rápido. Se você está esgotada por ter um bebê que só chora em casa, não custa tentar, mas a decisão é sua. Na dúvida converse com seu pediatra!

Espero que tenham gostado das dicas!

Até a próxima!

Bjs

Claudia Milani


Foto: Claudia Milani

Navegue pelo blog para ver outras dicas e para conhecer meu portfólio!